Cifras Gospel Anos 90Cifras Gospel Para IniciantesCifras Gospel Para TecladoCifras Gospel Para Violão

O gospel é a música cristã negra nos Estados Unidos da América e é a música que deu origem à vários estilos musicais, como blues, que influenciou a música country, que constituem o folk contemporâneo, rhythm and blues (conhecido como R&B), jazz, soul, que deram origem ao rock and roll, ao hip hop, que deram origem à música pop, e inspirou uma cornucópia de corais modernos, artistas do mercado R&B contemporâneo e o atual gospel contemporâneo (música cristã contemporânea), além de outros estilos musicais do gênero.

De acordo com a revista norte-americana “Gospel Today”, dentre 2003 e 2008, sete gravadoras criaram divisões especiais somente para lidar com artistas gospel; as estatísticas da mesma publicação indicaram que os selos independentes cresceram 50%, e o rendimento das vendas só de música gospel chegou a triplicar nas últimas décadas, de US$180 milhões de dólares em 1980 a US$500 milhões em 1990.

O Pai da Música Gospel

Thomas A. Dorsey (1899-1993), compositor de sucessos, como There Will Be Peace in the Valley, é considerado, por muitos, “O Pai da Música Gospel”.

No início de sua carreira, ele era um importante pianista de blues, conhecido, aliás, por Geórgia Tom.

Ele começou a escrever gospel depois que ouviu Charles A. Tindley (1851-1933) numa convenção de músicos na Filadélfia e, depois, abandonando as letras mais agressivas de outras canções, não abandonou, contudo, o ritmo de jazz, tão parecido com o de Tindley.

A Igreja, inicialmente, não gostou do estilo de Dorsey e não achou apropriado para o santuário, na época.

Em 1994, após o seu falecimento, a revista norte-americana “Score” publicou um artigo com o título: The Father of Gospel Music (em português, “O Pai da Música Gospel”); neste artigo, a revista declara que, quando Dorsey percebeu, no início de sua carreira com o gospel, que muita gente estava brigando contra a música gospel, ele estava “determinado à carregar a bandeira” a favor do gospel, e assim foi bem entendido.

Veja:  Gospel 90: As Melhores Músicas Gospel Lançadas em 1990

No vídeo abaixo, você pode escutar Thomas Dorsey cantando Take My Hand, Precious Lord.

CDs Gospel: CDs de música gospel internacionais e nacionais para adultos e crianças. Clique Aqui e Confira!

O Rei do Gospel

Se Dorsey foi aclamado, por muitos da indústrias e seus seguidores, como o pai da música gospel, o cantor James Cleveland foi coroado, pelos seus admiradores, “The King of Gospel” (em português, “O Rei do Gospel”).

Ele recebeu nada menos do que quatro GRAMMYs, incluindo um póstumo pelo seu álbum Having Church.

Assim como Clara Ward, James Cleveland tinha muita presença com sua audiência.

Ele não teve uma reputação de ter uma boa voz, mas ele conseguia agradar a todos que o ouvia.

O seu grande feito foi fundar sua organização em 1967, Gospel Music Workshop of America, considerada a maior convenção de gospel do mundo, hoje, com mais de 185 escritórios de representações distribuídos pelos Estados Unidos.

No vídeo abaixo, você pode ver James Cleveland cantando Where Is Your Faith In God.

Os Intérpretes da Música Gospel Norte-Americana

Grandes intérpretes da música norte-americana começaram assim, como cantores de gospel nas igrejas.

É o caso de Mahalia Jackson, Bessie Smith e Aretha Franklin, além de Ray Charles e Solomon Burke.

O gospel foi também se influenciando, assumindo formas, às vezes, surpreendentes, em se tratando de música religiosa.

É o caso dos quartetos gospel, surgidos após a Segunda Guerra Mundial, com suas músicas gritadas, com danças e roupas extravagantes.

Elvis Presley, desde a década de 1950, também já incorporava em seus álbuns e canções algumas influências desse gênero tipicamente americano.

Para se ter a real noção do que Elvis representou para o gospel americano, ele ganhou três GRAMMYs por suas interpretações gospel: em 1967, 1972 e 1974.

Veja:  Gospel Americano: As Melhores Músicas Gospel Internacionais dos Últimos Anos

Já em 2001, ele entrou para o “Hall da Fama” do gospel, deixando para sempre marcado o seu nome nesse gênero musical americano tão importante e influente.

Compartilhe Esta Página: